Arabe Macabre

by Test

/
1.
Reis do silêncio Da areia eles saem Dentro da morte Arabe macabre Na sombra de alguém Eles se mantêm Dorme um e re-acorda em sete Neanderthal! Siga a voz! As dimensões são sete Rastros de sangue Manto da esfinge Casa maior E assim ao ver Um ovo nascer A fé se transforma em poder Yeahhh Revivem depois de morrer Seeete A fé se transforma em poder Yeahhh by Carolina Scagliusi
2.
Andróides 02:26
Códigos Sinais Nada Funciona mais Super andróides Super -obsoletos e sem solução Fora de sí Luz de tv Neste outro caminho A selva de pedra Em imagens reais Na sua casa A invasão Que te tira a saúde E nada mais é real Sem sinal A diversão que se cria Aperta um botão e passam dias Super andróides Sugam os ancestrais Anti-obsoletos e sem ação Por que o seu sangue? Assim não é melhor? E não quer mais? Não quero não Luz de tv Assombração Luz de tv Assombra A sombra assombra by Carolina Scagliusi
3.
Nas entranhas da nuvem tem O templo do segredo está lá Ave, venha, beije a cabra Venha conosco celebrar Estou esperando por algo E ó você tem pra me aquietar Venha, mostre-se estou a te esperar Nenhuma matéria ante mim pode estar Que ali era caos, sem forma nem lugar Ave, venha, na escuridão murmurar Nunca nesse além poderá passar Eu, espírito esmagado, a esmo vaguearei Nas entranhas do tempo e na garganta negra me arruinei Ave, venha celebrar Tenho a magia vou te levar Incontrolaveis eras, só conseguia gritar Por mares infinitos e céus enegrecidos ,eu naveguei E ouvindo gemidos demoníacos das pedras, lamentei Meu nome se fala em línguas e em chamas te deixarei E disto aprendi a nunca mais sair solo tumular by James Facada
4.
Venenom 01:35
Foi dentro de si que ela encontrou
 Parte daquilo que ela deixou ficou calada todo esse tempo, tudo o que sabia guardou 
aquilo que tinha, raízes criou 

Monstruoso
podia esmagá-la
 Moendo por dentro
se espalhando
 feito veneno 
Amargo, oleoso
 
Monstruoso Podia esmagá-la 
Moendo por dentro
 se espalhando 
feito veneno 
intravenoso by James Facada
5.
Quem eu ouvi, então me bate. Quem eu vi, caminha. Cada um, marca os passos que dei Eu não pedi para estar Queimando! Morrendo! Eu sei! Tolo pensar que disso eu escapei Meus erros estão jogados ao chão Eu sei! by Thiago Nascimento
6.
Du Horror 01:39
Cutuquei o Demônio-Cão Com a minha arma cega Mal estar em tudo que importa Já ganhei maldição das entranhas de uma mulher O mal que nasce em Berço-Cova Dor Deve ser só mais uma vez Perto e a sangue frio Fico calado pra não conversar Tenho que ver o que não quero É o diabo e o seu deus Praticantes do horror Em aparência de fé Dança e Sangra Dança e Sangra Há uma semana na Dança do Terror Deve ser só a última vez Deve ser só mais uma vez Abato a sangue frio Fico calado pra não confessar Tenho que ver o que não quero Ostentando o número 6 O praticante do horror Em aparência de fé Dança e Sangra Dança e Sangra Há uma semana Dança e Sangra À mexicana Dança e Sangra Na matança Alegoria do Terror by Tomás Moreira
7.
O sal da vida é sofrer Aaaaa Negro polígono de onde ele sai Da estrutura do mineral E essa orquestra debaixo d'agua? Sem sofrer Vai entender? Negro polígono de onde ele sai Da estrutura do mineral E essa orquestra debaixo d'agua? Toca ao inverso Já entendeu? Aaaaaah! Venha ao portal Aaaaaah! Venha ao portal Depois da vida o vento que sai já não se pode comer Desesseis olhos debaixo d'agua Quer um café? Abracadabra! La na caverna há um cubo de sal que não se pode temer Desesseis olhos debaixo d'agua Como ele é? Preto e quadrado Aaaaah! Venha ao portal by Carolina Scagliusi
8.
Deus II 01:37
Antes de tudo Que existiu Eu tava lá! Antes de tudo Que existiu Eu tava lá! 

 Sei que
 antes de
 tudo o que teve
 Onde não tinha luz 
Eu tava lá! 


 Vi fazer 
o tempo Vi criar 
a prisão Sozinho, sem ninguém Eu tava lá

! Nada tinha cor
 Nada tinha odor (
Era só eu!) 
Escolhido pra testemunha Antes de tudo que existiu Eu tava lá! Imortal vi vocês chegando 
Alterando e desfazendo tudo 
A perfeição acabou! by James Facada
9.
Na Pilha 02:10
Da sombra observei, Que em desgosto perde a forma. O alívio que busquei: comprei e usei, aqui! Entrou pra perder. Caminha sujo e anda sem fome. O que veio antes dela pode não interessar. by Marcelo Appezzato
10.
Atue Para nós Atue Não espera muito o tempo Não tá bom pra tu. Nuvens negras te encobrirão Na tua cabeça Permanecerão A coisa é mágica E tu não sabes Ele vem Com bafo de enxofre Sem dó, nem pena, Na escuridão Os antigos sempre Disseram Nós seremos o abismo Agora cumprirão A promessa Nós seremos o abismo Saindo das criptas abissais Nós seremos o abismo Não precisa mais olhar pra mim Nós seremos o abismo By James Facada

about

"Arabe Macabre" is our first full-length and featured in many "best albums" lists of 2012.

credits

released September 1, 2012

Recorded and mixed at Estúdio Favela by João Kombi.
Mastered at Fuego Digital by Bernardo Pacheco.
Artwork by Carolina Scagliusi.

Released by Cospe Fogo Gravações, 255 Recs and Peculio Discos.

license

all rights reserved

tags

about

Test São Paulo, Brazil

Quarantined Grindcore / Death Metal band.

Barata, João Kombi and a Generator.

contact / help

Contact Test

Streaming and
Download help

Report this album or account

If you like Test, you may also like: